Reggaeton

O reggaeton é um estilo musical que tem suas raízes na música latina e caribenha. Seu som deriva do reggae em espanhol do Panamá, influenciado pelo hip hop, salsa e música eletrônica. Esse gênero musical surgiu no Panamá, tirado do estilo eletrônico, e logo se popularizou em Porto Rico e se espalhou para o mundo. A maioria das musicas contém letras com conteúdo sexual, porém existem temas pop, românticos, urbanos contando a realidade das ruas, sobre drogas e claro, sobre festas e ostentação .

História
O nome reggaeton vem da junção das palavras "reggae" e "maratón" ("maratona", nome que se dá a um concurso de rima típico do rap), proveniente da região do caribe. O nome reggaeton só foi criado e se tornou proeminente entre 1994 e 1995, no Panamá Porém começou a se espalhar no inicio dos anos oitenta por lá. Artistas como El General, Nando Boom, Chico Man, Rene Renegado, Black Apache, são considerados os precursores do estilo, já que misturavam reggae jamaicano com ritmos latinos.[3]

Em Porto Rico iniciou como ritmo underground (clandestino ou não elitizado), com músicas de rap em espanhol com conteúdo forte, como Soy de la calle do portoriquenho Vico C. A atração pelo rap deu fruto a grandes músicas como "La Escuela" de Ruben DJ e "Gata Sanduguera" de Mey Vidal. A fusão do ritmo reggae, com o rap em espanhol, deu como origem uma fusão que foi evoluindo até o reggaeton de hoje.

Características
O reggaeton geralmente é cantado em "spanglish", uma mistura de inglês e castelhano (espanhol). Muitos artistas optaram por fazer suas músicas, principalmente, com forte apelo sexual para alcançarem a fama mais rapidamente. Mas outros artistas usaram como temática, em suas letras: racismo; drogas; crime (temas que fazem parte da cultura hip hop gangsta) e, até religião.

Fonte: Wikipédia.